Publicado em 2 comentários

Transformações

Transformações - poema

lolita-pain

Onde está o chão?

Onde está minha lucidez?

Onde está meu livre arbítrio?

Onde foram parar meus sentidos?

Meus sentimentos onde estão?

Estão todos despedaçados por você!

Minha alma sugada por você!

Minha lucidez arrancada por você!

Você me tirou tudo e sem ao menos pedir

Sem ao menos que eu percebesse

Quando dei por mim

Já estava lhe amando!

Tinha lhe entregue os códigos de acesso ao meu eu interior.

E você! Aproveitou-se disso para trazer o caos, o desespero, a angustia e a dor!


Lolita-pain

QUERO POSSUIR TUA ALMA

BEBER DO TEU SANGUE

COMER DA TUA CARNE

ME FARTAR DO TEU GOZO

 

Sair do meu corpo e penetrar no teu

Costurar minha pele na tua

Ser um só.

Acordo todos os dias em busca de algo

Algo que não tenho

Algo que me faz sentir esse enorme vazio

Algo que já tive e perdi

Algo que já possuí e escapou

Busco desesperadamente, alucinadamente

Percorro todos os becos

Vielas, ruas e avenidas.

Atravesso pelo tempo em busca de algo que não sei ao certo o que é.

Algo que me falta e consome!

Viajo nos séculos atrás desse algo.

Várias vidas nessa busca solitária e infindável por algo…

Algo como o amor.

_______

by Lolita Pain

_______