Dois poemas velhos

 

diogocscooby

indivíduo

O lugar é plano

Quando chove muito deve ser foda…

Algumas árvores, bancos de concreto

Duas fontes, secas e tristes

Toco a terra,

E sinto que esse lugar é carregado


É forte

Tem cheiro de luta e alegria

Choro e paixão

Gozo e solidão.

Um prédio alto

Outro baixo e redondo

Transeuntes, carros, motos e ônibus.

Do lugar eu plano

Quando longe, escolho a esmo um qualquer.

Pode ser homem, criança ou mulher.

Só quero observar um deles mais de perto.

Perto do Terra

O lugar, carregado. Alguém

Forte

Tem cheiro de raiva e euforia

Choro e perdão

Gozo e solidão.

Ele é o alvo:

Alto e redondo

Demente, andando, na chuva cadente.

2.

Comecei o caminhar

Solitário

Miseravelmente me sentindo

miserável

A chuva acariciava-me a face

Parecia que eu estava sendo batizado,

Num ritual de passagem completo

Com direito até a sacrifício.

Comecei a pensar,

Temerário,

Que não é bom sentir pena assim.

CHEGA

Disse eu,

Voltando a prestar atenção no caminho.

 

trecho do livro vindouro

____________________________________

Autor e diretor do blog Cachorro Solitário e apresentador do Podcast Cadeia de Eventos.