Poesia e a descoberta do mundo

A rosa

Sempre vejo por aí comentários sobre a Literatura dizendo que ela é uma fuga e um alívio para a realidade dura (de merda rs) que enfrentamos nos nossos dias sobre Terra…

Acho essas frases feitas interessantes e ambíguas porque, pra mim, apesar da leitura ser uma espécie de casulo em que você se distancia da realidade, ao mesmo tempo foi uma das coisas que me ajudaram a entender melhor o mundo, a sociedade e as pessoas, as relações humanas enfim.

E o meu caminho pela leitura começou pela poesia e não pela prosa, como é o mais comum. E o livro que me despertou para o mundo [real] e para o mundo das Letras foi o A Rosa do Povo, do Carlos Drummond de Andrade.

Ele é um dos meus autores mais queridos; quando fico muito tempo sem ler algo dele, e retomo a leitura de um poema conhecido, sinto como se estivesse reencontrando um velho amigo, pois conheço aquele jeito de falar, de se expressar, aquelas ideias e aquele sentimento de que ele te entende e você a ele, como se fôssemos cúmplices nessa vida besta:

Poesia…

A Rosa do Povo é um livro de poemas que eu acho fantástico! [Essa provavelmente é a voz da fã falando, mas o livro é bom mesmo! 🙂 ].

Alguns poemas têm um clima pesado, outros um tom desiludido… Muitos estudiosos dizem que é o retrato de como as pessoas estavam se sentindo num mundo que estava vendo ainda os acontecimentos da 2ª Guerra Mundial.

Foi a leitura desse livro, por exemplo, que fez com que me interessasse por História, para saber o que tinha acontecido, o que era essa Guerra e por que as pessoas estavam tão sorumbáticas no mundo…

Minha edição de A Rosa do Povo.

Minha edição de A Rosa do Povo.

[P.S.: Li esse livro no começo da adolescência, lá pelos 12 ou 13 anos, e a escola que eu frequentava não era lá essas coisas em questão de ensino…]

… e a descoberta do mundo

E foi assim, com um livro de poemas me levando a um de História, que me levou a um de Filosofia, que me levava a um de crônicas e contos, que me remetia a um outro de prosa, que eu fui conhecendo mais do mundo em que vivo e mais das pessoas com quem vivo.

Para mim, a leitura pode até ter servido de fuga da realidade em alguns momentos, mas foi a maior responsável por abrir as cortinas e mostrar o mundo como o vejo hoje.

Quem se interessar pelos poemas e prosas do Drummond, tem esse site muito legal do Projeto Memória e vários outros pela Internet a fora rs.

Você também pode procurar livros dele nas bibliotecas públicas [foi onde encontrei e li quase todos os livros dele], enfim, para um leitor curioso e apaixonado pelas letras e pelo mundo-livro oportunidades de lê-los é o que não falta.

Boas leituras e boa semana!

___________________________________

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leio por curiosidade de descobrir o mundo. Escrevo para compartilhá-lo. Meus textos podem ser encontrados no Cachorro Solitário e no Cabruuum.