fabtasma mulher

Sonho – Fêmeas

Era dia, eu chegava de novo atrasado no trabalho, mesmo assim parei na padoca pra tomar um café com leite e pro Severa reabastecer meu refil de vodca.

Descendo a rua que levava pra editora vi a responsável pela logística da empresa do outro lado da rua, sentido contrário ao meu, o que achei estranho, olhei se vinha carro e atravessei a rua.

Foi mandada embora…

Ela era minha amiga, e eu me tornei de certa maneira uma pessoa de confiança pra ela, conversamos um pouco, dei um abraço nela, estávamos tristes, minhas mãos passaram por suas costas, sentimos o corpo um do outro, uma mistura de despedida e de saudade foi se transformando em um tipo de vontade quando dei um beijo no rosto, os olhares se encontraram diferentes agora, e aí dei um beijo na outra bochecha, e voltando pro olhar que era triste tipo “gatinho do shrek”  que não consegui resistir.

Primeiro um selinho, mesmo lembrando da aliança na mão esquerda dela, depois mais um e os lábios reagindo, mas curiosamente algo mudava, a saudade, a quase intimidade corporal repentina, transformaram aquele beijo simples em lágrimas e em um abraço sincero de amizade.

fantasma mulher

Depois.

Uma casa antiga, pelo menos 200 anos, ao entrar num quarto, uma janela enorme de madeira, daquelas que quase não existem mais, onde se tinha células de vidro, nessa tinha 12: 6 na parte fixa, 6 na móvel, e na última de baixo o reflexo de uma mulher de costas, em preto e branco ela estava, ela se vira, pelada, em preto e branco, seios de fora, olhando pra mim, no reflexo da janela, olho na direção contrária e o fantasma, não mais seu reflexo, está cada vez mais perto.

Acordo assustado, coração perto do colapso, demoro instantes pra perceber que estou acordado.

Desta vez não percebi que estava sonhando. E até que foi interessante isso!

————-

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Autor e diretor do blog Cachorro Solitário e apresentador do Podcast Cadeia de Eventos.