Publicado em 4 comentários

Realidades em mim

poesia

Há horas em que minha mente
Funciona muito mais rápido
Do que sou capaz de lidar
E fico doente, demente

Não consigo dormir por pensar demais
Sem ter com quem falar, posso gravar.
Ou escrever, mas não quero.

Só quero paz, silêncio.

Minha mente:

35 microcápsulas de realidade identificáveis no momento:
5 de músicas em volumes diferentes, 8 imagens ligadas a sexo que não param e mudam, 3 de família, 3 de amigos, 2 de trabalho, 2 de amor, 1 de política, 1 de quadrinhos, 2 de filmes, 1 de um videogame que joguei de tarde, 3 de dor, 2 de desconfortos físicos e 2 barulhos urbanos.

Tudo junto em ondas diversas nem sempre controláveis e abafáveis com ruídos externos se revezando em células e organismos de intensidades de atenção, roubando minha paz e meus pensamentos, limitando o que eu poderia e deveria ser agora…

Só quero paz, silêncio…

por Diogo
———————————————————-

Publicado em Deixe um comentário

Insônia – Memória

Insônia - Memória

Me aconteceu uma coisa que eu não sei se  sonhei, porque tava muito bêbada pra sequer lembrar direito se O QUÊ  aconteceu foi realmente algum tipo de acontecimento real ou ainda a minha imaginação solta criando uma peça em mim, por assim dizer.

E hoje tô de novo confusa e chapada assim.

Antes eu pensava que havia uma espécie de ligação etílica-temporal entre os momentos de embriaguez distantes em tempo e espaço, e talvez isso realmente tivesse sido real em um tempo em que  minha mente era mais forte e crente, agora me concentro e sinto uma ligação que vem em uma corrente de lembranças, mas eu acabo achando que tudo não passa de minha imaginação solta em camadas desordenadas de informações, lembranças e músicas.

Ao longe um passarinho canta sem parar, a luz do stand by da TV me incomoda se eu viro a  cabeça um pouco, tem um zumbido abafado de algo que parece um motor vindo de longe, de vez em quando um carro passa e o barulho me irrita.

Eu sei que o carro não passa sem que exista um motorista, que alguém trabalha no lugar que tem esse motor, que o passarinho canta porque quer algo, parece até triste o fdp, e que a porra da luz vai sumir se eu dormir ou desligar a TV da tomada (coisa que não posso fazer porque ela é meu despertador hoje),  mas aí penso em ligar a TV pra abafar todos os sonhos e luzes e iluminar minha casa com sua luz alternante e seu som muitas vezes calmante.

Não posso deixar no canal crente porque tenho medo da lavagem cerebral, os jornais me deixam com medo e não durmo, um filme meio interessante passando me distrai e me faz querer ver o fim, e tem o concerto de violinos psicodélicos no canal cultural, é onde eu deixo.

moças-violino

Sleep 15 min