Elsa & Fred

Elsa & Fred - Um amor de paixão

Um amor de paixão

Elsa & Fred, de produção argentina e espanhola, é um filme que conta a história de um casal de apaixonados. Um casal de velhinhos.

Elsa é uma senhora que procura aproveitar ao máximo todos os momentos de sua vida e, para isso, inventa algumas histórias sobre si mesma que a tornam mais interessante.

Fred é um recém-viúvo um tanto quanto hipocondríaco que se “esconde” da vida no seu apartamento, tento como companhia seu cachorro Bonaparte.

A produção que utiliza o tempo todo da intertextualidade, pois é cheio de referências ao filme A Doce Vida do diretor italiano Federico Fellini.

Intertextualidade porque o filme coloca-se como obra de arte que, além de fazer referência a uma obra anterior, de certa forma também pode ser visto como uma releitura.

A Doce Vida acompanha as angústias de um homem de meia-idade que conhece uma mulher exuberante pela qual se apaixona. Essa mulher faz-lhe pedidos estapafúrdios que transformam a banalidade de suas vidas.

Elsa & Fred conta-nos de uma velhinha que foi tão bela em sua juventude quanto a atriz do filme italiano, a tal ponto de identificar-se com ela e, por isso, tenta fazer com que a sua vida (e a de Fred), mesmo na velhice, seja tão sublime quanto o filme.

Elsa & Fred é de uma delicadeza extraordinária, em que são expressos de forma surpreendentes sentimentos de carinho e compreensão humana, além de ser um alento a mais para aqueles que acreditam que nunca é tarde para se realizar um sonho.

P.S.:

Como quase todos os bons filmes não hollywoodianos, este também teve uma versão americana:

Under the Shadow

Djinn

Com muitas variações no título em português, Sob as sombras, Sob a sombra e mesmo À sombra do medo, Under de Shadow chegou ao Brasil em janeiro deste ano pela Netflix.

O longa, escrito e dirigido pelo estreante Babak Anvari, é uma produção conjunta entre Reino Unido, Irã, Jordânia e Qatar, e recebeu grande destaque nos festivais de Sundance e Toronto After Dark de 2016, ano de seu lançamento.

Começamos a história acompanhando Shideh (Narges Rashidi) em sua tentativa de voltar aos estudos de Medicina, que se vê frustrada por um agente do governo que usa seu passado na militância política durante a Revolução Iraniana como motivo da recusa.

O ano é 1988, o último do conflito Irã-Iraque, um dos mais longos do século 20.

Então, quando Iraj (Bobby Naderi), médico formado, é chamado pelo governo a atuar no front, Shideh se vê incompreendida pelo marido em sua frustração e, ao mesmo tempo, sozinha em sua responsabilidade em cuidar da filha do casal, Dorsa (Avin Manshadi).

Mãe e filha

Mãe e filha vivem uma rotina de quase confinamento intercalada com as constantes corridas até o abrigo do prédio sempre que os alarmes da cidade soam, avisando que mais um dos ataques diários está vindo.

Num destes bombardeios, um míssil atinge o teto do último andar do prédio onde moram, deixando rachaduras por todo o edifício, inclusive no teto da sala do apartamento de Shideh.

Apesar de não ter explodido, o míssil parece ter trazido consigo o mal em muitas formas. Dorsa começa a ter dificuldades pra dormir e uma febre que não tem motivo aparente, mas que também não vai embora, e lhe traz – é o que sua mãe acredita – alucinações.

No entanto, uma vizinha diz a Shideh que há a presença de um Djinn entre elas.

Isolamento

A partir daí, o isolamento de mãe e filha vai crescendo conforme a tensão no filme vai aumentando, fica difícil – pra nós e para as personagens – saber o que é real e o que não é.

Neste drama de terror e suspense, nos deparamos o tempo todo com os percalços que uma mãe encontra pra criar seus filhos num ambiente habitado pelo medo constante – da guerra e do sobrenatural.

Também presenciamos as consequências da Revolução para as mulheres.

Numa cena em que Shideh corre assustada para a rua com a filha e é presa por não estar com roupas adequadas. O crime, passível de ser castigado com chibatadas, é por não estar usando o chador – que, ironicamente, é a vestimenta do Djinn que as assombra.

Apesar dos simbolismos de crítica social, misturando os medos reais com os sobrenaturais, Under the Shadow não perde o foco da trama.

Anvari constrói as personagens com consistência, então acompanhamos a guerra e a sociedade pela subjetividade delas, principalmente da mãe, de modo que, quando o terror acontece, ele não é gratuito, você se importa, pois ele tem o seu peso e o seu significado.

Mais:

Confira uma entrevista (em inglês) com o diretor Babak Anvari.
——————-

RESIDENT EVIL RETRIBUTION – Teaser Oficial

RESIDENT EVIL RETRIBUTION - Teaser Oficial

Sensacional! Vai ser um dos melhores filmes do ano!

RESIDENT EVIL RETRIBUTION – Official Trailer

Achei muito interessante o início do teaser parecer com uma propaganda da Sony, aí logo vemos que o mundo como o conhecemos já não existe, guerra, monstros mutantes, trabucos gigantes na mão de mulheres ninja. Pra que quero mais que isso?

Fiquei curioso pra saber como vão colocar a Michelle Rodrigues de volta, ela morreu zumbizada no primeiro filme da série Resident Evil.

Trailer Resident Evil 5 Michelle

Aqui imagens do making of do primeiro filme:

É clone? Macumba? Flashback? Viagem no tempo?

Para mais informações você pode acompanhar a página oficial da franquia Resident Evil no Facebook.

 

Abraço!

– –

Medos – O Estranho, o Bizarro, o Inesperado

Medos - O Estranho, o Bizarro, o Inesperado

por Diogo C. Scooby

Meio paranoico… machuquei o pé e já acho que vão descobrir um câncer qualquer em mim e me matar em alguns meses, como aconteceu com o Bob Marley. Não tenho medo de bandido, nem de polícia, mas médicos me assustam.

Veja o trailer desse estranho filme e vai saber do que estou falando.

Centopeia Humana – Trailer

É um filme muito bizarro. Não recomendo ninguém a ver.

A recomendação vai para o belíssimo e assustadoramente bizarro filme:

Vagina Dentada – Trailer – Versão 2.0 feita por fãs

Mas o que eu me mijava de medo quando era criança era a série “Acredite se quiser”. Cemitérios antigos persas, sacrifícios e maldições em pirâmides, pessoas bizarras… Eu com 7 ou 8 anos sofria, mas não desgrudava os olhos da TV; e via escondido sempre que podia!

Já na abertura me arrepiava! O Estranho, o Bizarro, o Inesperado!

Acredite se quiser

Abraço!

————–

Cisne Negro (Black Swan)

Cisne Negro (Black Swan)

O diretor Darren Aronofsky é um dos que eu mais gosto na atualidade. Ele não tem medo de ousar tanto na estrutura narrativa quanto em forçar ao máximo os atores para que eles cheguem ao máximo que o personagem pede.

Já comentei aqui no blog sobre o filme “Fonte da Vida“, e  em breve vou escrever sobre “O Lutador”. Segue abaixo o trailer de seu novo projeto, com a linda e talentosa Natalie Portman.

Trailer – Black Swan

Abraço.

—————

Jack Bauer interroga o Papai Noel (Dublado) + Iron Man 2

Jack Bauer interroga o Papai Noel (Dublado) + Homem de Ferro 2

Será que o Bom Velhinho pode resistir à tortura do mais sádico e foda agente do governo? É um encontro emocionante: O velho Noel precisa provar que é ele mesmo.
Qual dos dois é mais convincente?

Bauer x Noel (Dublado)

Vou providenciar a versão legendada logo! Achei essa versão dublada por um fã, o Guilherme.

De brinde, veja o trailer mais interessante desse final de ano:

Homem de Ferro 2:

Muito humor, drama, ação, boas interpretações, boa música e tudo mais que um bom filme costuma ter hoje em dia!!

Abraço!

—————-

Atividade Paranormal – Trailer do filme mais assutador da temporada

 

Mais um filme estilão “hand cam”. Imagens da primeira sessão aberta com a reação do público e do filme parecem interessantes 🙂

“Paranormal Activity” – Trailer Oficial

Como disseram no site oficial do filme:

Atividade Paranormal é um dos filmes mais assustadores de todos os tempos. Você vai ser afetado e será difícil ignorar a impressão que ele vai deixar na sua psique. Os pesadelos são garantidos.”

– Brad Miska BLOODY-DISGUSTING

Estreia 25 de setembro nos EUA, por aqui ainda sem previsão estreia em 5 de dezembro de 2009, com pré-estreias a partir de 13 de novembro. Fique de olho. O filme é realmente muito bem feito e vale a pena ser visto no cinema! Mas é uma pena esse atraso! Nos EUA já saiu até o DVD.

Vi no twitter: @jovemnerd e @jurandirfilho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...